Software de automação de marketing: você realmente precisa de um?

Software de automação de marketing: você realmente precisa de um?

O mundo digital está recheado de ebooks, fórmulas e respostas prontas para ter sucesso, gerar muitos leads e vender como nunca antes com ferramentas de marketing. De fato, há muitas alternativas acessíveis e que geram resultados.

Você já parou para se perguntar se o software de automação de marketing é mesmo o primeiro passo para o seu sucesso?

Adotar estratégias de marketing digital que vão converter leads em clientes é um conjunto de processos e estes devem ser pensados e avaliados com cuidado. Preparamos uma lista para ajudar você a refletir sobre este processo.

 

4 perguntas que você precisa responder antes de contratar um software de automação de marketing:

 

1. GESTÃO: quais os objetivos de negócio da sua empresa?

O bom e velho planejamento estratégico não é substituído pelo Canvas, mas sim agilizado e complementado por ele. Você precisa, sim, refletir sobre o seu negócio e onde quer chegar – isso é a essência do planejamento estratégico. Sem isso, nenhuma estratégia de marketing, digital ou não, trará resultados. Além de definir onde quer chegar, você precisa revisar periodicamente o avanço do seu negócio. Contratar serviços como o SEBRAE ou consultores de negócio, com formação em administração, é um passo importante.

2. PROPÓSITO: qual o propósito do seu negócio?

Propósito não é mais uma buzzword do marketing. Ele é o novo produto. Você precisa entender que soluções entrega para as pessoas e o que isso representa na vida delas. Propósito é aquilo que conecta empresas com pessoas, independente da venda. Ele existe antes e depois da venda, e é o que constrói relacionamento e acelera o processo comercial. Entender o propósito também é uma construção, composta de 3 partes:

a. entender a essência do negócio;

b. entender as soluções que entrega para os seus potenciais clientes;

c. traduzir o seu propósito em uma história que conecte com a história dos seus clientes.

3. PESSOAS: com quem você está falando?

Ter claro os problemas que a sua empresa resolve e para quem é um componente do propósito. As pessoas são quem faz empresas e negócios existirem. Por isso você precisa personificar os seus públicos, pensar em personas. Depois você precisa também entender o que conversar com elas, quando e em qual contexto. O nosso Canvas da Comunicação é uma ótima ferramenta para ajudar nisso. Baixe grátis!

4. MÉTODO: quais os caminhos que o seu cliente segue para se relacionar e comprar de você?

Ter um método não implica ter uma ferramenta. Você conhece os estágios de compra dos seus clientes? Pense no seu negócio como uma loja em um Shopping. Para fazer uma compra, seu cliente precisa:

  • sair de casa,
  • enfrentar o trânsito,
  • estacionar,
  • caminhar até a loja,
  • optar o que quer comprar,
  • pagar e então
  • sair da loja.
  • Se o atendimento for bom, ele volta.

 

Agora faça um paralelo com o comportamento digital:

  • quais são as etapas as pessoas tem de fazer para chegar até a compra do seu produto ou serviço?
  • Será que o seu processo comercial e a abordagem de vendas estão estruturados e validados?

É preciso definir estes caminhos para entender em quais estágios a estratégia de marketing precisa ser mais assertiva. Caso contrário o seu marketing vai trabalhar só para atrair pessoas ao seu negócio, ou só curtidas nas redes, ou outro objetivo que não traz resultados de fato – como vendas, que é o motivo de um negócio existir. Pense nisso.

Software de automação de marketing: 4 dicas para escolher o parceiro perfeito <3 #deumatch

Agora que você refletiu sobre tudo isso é hora de pensar em uma estratégia de marketing digital que inclua a ferramenta de automação de marketing mais recomendada para o seu momento de negócio. Para escolher, busque parceiros com as seguintes características:

1. Que tenham histórias de sucesso comprovadas para contar.

Um histórico de clientes e utilização de pelo menos mais de uma ferramenta de automação e diferentes CRMs mostra visão de negócio e de marketing. Isso possibilita que o parceiro indique para você o melhor software de automação para o seu negócio. A Resultados Digitais disponibiliza um marketplace incrível!

2. Que vivam a máxima “Casa de Ferreiro, Espada Ninja na Vitrine”.

Essa frase da RD diz muito sobre como devem ser os profissionais que implantam marketing digital atualmente. É fundamental que o seu parceiro utilize a estratégia que está vendendo para você dentro da própria empresa. Inbound não se faz na teoria e, sim, na prática.

3. Que caminhem na mesma direção que você.

Você nunca vai ter resultado trabalhando com parceiros que tem valores muito diferentes dos seus. O processo de criação de personas vale também para a seleção de fornecedores: que postura, que comprometimento e que fit cultural deve ter o seu parceiro? Compartilhe sempre os valores da sua empresa para garantir que os seus parceiros estejam alinhada com os objetivos do seu negócio. Este é o ponto de partida para a construção de bons relacionamentos – tanto com fornecedores, quanto com clientes.

4. Que se coloquem ao seu lado, e nunca abaixo ou acima de você.

Não, o cliente nem sempre tem razão. Mas ninguém conhece do seu negócio tanto quanto você. A menos que você trabalhe muitos anos com uma agência ou consultoria, dificilmente o seu parceiro de marketing vai saber tanto do seu negócio e do seu propósito quanto você. Mas ele deve saber muito mais do que você sobre estratégias e ferramentas de marketing. Combinar conhecimento técnico com conhecimento de negócio é o caminho do sucesso. E isso é uma parceria, não uma relação de subordinação.

Quer descobrir se o seu negócio está pronto para automatizar o marketing? Peça uma avaliação!

Serviços

A Otimifica é a sua parceira estratégica de marketing digital para conquistar e reter os melhores clientes.

Todos os direitos reservados © Otimifica
Membro da