SEO para YouTube: descubra as 20 melhores técnicas para usar em 2021

Você sabia que existem várias técnicas de SEO para YouTube que podem impulsionar o crescimento do seu canal de maneira muito mais ágil?

Pois é – o SEO é ótimo para o Google mas, também, tem um valor incrível para a plataforma de vídeos. Com dicas simples e, além disso, aquelas mais elaboradas, é possível obter resultados incríveis com o YouTube.

Com esse texto, você vai saber qual é a importância de investir em técnicas de SEO para YouTube no seu canal e, também, vai conferir as melhores práticas de 2021.

Curtiu? Então, boa leitura!

O que é SEO para YouTube?

Antes de explicar o que é SEO para YouTube precisamos retomar o conceito de SEO. Conforme nosso artigo já publicado por aqui, SEO significa Search Engine Optimization. No mais belo português: otimização para mecanismos de busca. 

Portanto, SEO é o conjunto de técnicas utilizadas online para otimizar sites e blogs, trazendo maior tráfego orgânico para os mesmos – isso mesmo, é gratuito! Essas estratégias relacionam-se diretamente com o modo que sites como Google e, também, YouTube, fazem a leitura dos seus conteúdos a partir da sua inteligência artificial

E ok – sabemos que SEO está mais frequentemente associado ao Google e o sonho dourado de aparecer em suas primeiras posições. Porém, o YouTube é outro site que é afetado pelas técnicas de SEO. Afinal, ele também é considerado um mecanismo de busca.

Sendo assim, SEO para YouTube são as técnicas de otimização de conteúdo voltadas à plataforma de vídeo. E certamente muitos desses truques assemelham-se às boas práticas de SEO no Google, afinal, sua origem é a mesma. 

Porém, o YouTube é uma plataforma totalmente distinta do Google e, assim, pede por outras características para que seus conteúdos sejam relevantes aos usuários. Mas fique tranquilo – até o final deste artigo você saberá que técnicas são essas.

Qual a importância do SEO para canais no YouTube?

Investir no YouTube é uma das maneiras mais recomendadas para construir patrimônio digital na internet. Isso porque o site é um dos mais acessados nos navegadores por aí, atingindo bilhões de visualizações todos os dias, dos mais variados públicos.

Além disso, investir em um canal de YouTube reforça o Marketing Orgânico da empresa. Aqui, na Otimifica, utilizamos a analogia da casa própria versus casa alugada. Na internet, a casa alugada são locais onde você não é dono – como as mídias sociais. Elas estão lá, são populares mas, em algum momento, podem sumir ou se tornar desinteressantes.

Enquanto isso, a casa própria traz o sentido de sites, blogs e canais no YouTube. Ou seja, são ambientes que pertencem à sua marca, que contam com uma estabilidade muito maior do que as redes sociais. 

Sendo assim, é importante valorizar o poder do YouTube para sua marca. Além de ser gratuito, ele pode trazer resultados de negócios incríveis – especialmente se seus concorrentes não estão por lá. E aqui as técnicas de SEO ajudam a acelerar esse crescimento de maneira super simples!

Quais são as vantagens de aplicar técnicas de SEO para YouTube?

O seu negócio só tem a crescer investindo em um canal de YouTube. Portanto, para encorajar você a dar esse importante passo de negócio, separamos algumas vantagens de criar um canal e aplicar as técnicas de SEO para YouTube:

  • Explorar um novo nicho de mercado
  • Manter um elo de comunicação com sua persona
  • Destacar-se entre a concorrência
  • Ganhar mais inscritos, curtidas e comentários
  • Elevar impressões
  • Monetização de vídeos
  • Auxílio no SEO do seu próprio site
  • Construção de reputação digital
  • Fortalecimento do Marketing Orgânico

20 técnicas de SEO para YouTube para colocar em prática agora

Se você acompanhou a leitura até aqui já sabe do tamanho impulso que colocar em prática as técnicas de SEO no seu canal de YouTube traz. 

E para ajudar no seu caminho rumo a mais inscritos, engajamento e todas as vantagens que o YouTube traz, separamos as 20 melhores técnicas de SEO de 2021. Vamos lá?

1. Faça um estudo de palavras-chave

O estudo de palavras-chave é uma das primeiras ferramentas utilizadas em estratégias de SEO. Alinhado aos conceitos de Search Listening e persona, a busca por keywords é uma ótima maneira de encontrar as temáticas dos vídeos do seu canal – especialmente se ele está começando.

Sendo assim, faça um estudo de palavras-chave de assuntos relacionados a sua marca antes mesmo de iniciar o roteiro dos seus vídeos. Para realizar essa pesquisa, você pode utilizar ferramentas como Google Trends, Ubersuggest e a própria aba anônima do seu navegador – ensinamos como aqui

Além do mais, outra alternativa é observar os melhores conteúdos da sua concorrência e trazer vídeos com a mesma palavra-chave. Mas, claro, nunca fazendo plágio! E, sim, buscando trazer ainda mais aprofundamento para seu público.

2. Otimize o título do seu vídeo

Estudar a palavra-chave está diretamente ligado ao título do seu vídeo. Isso porque, assim como no SEO do Google, o SEO do YouTube responde à inserção da keyword no título – de preferência, no início do mesmo. 

Além disso, é importante ser objetivo e, ao mesmo tempo, instigante. Isso porque o título, alinhado à thumbnail, são os aspectos que farão o usuário clicar no seu vídeo – ou não. Confira, abaixo, algumas dicas para criar um título otimizado para vídeos no YouTube:

  • Para evitar que o YouTube corte seu título, mantenha-se entre 40 e 55 caracteres
  • Seja objetivo, ou seja, vá direto ao ponto com o seu título
  • Não faça títulos sensacionalistas ou polêmicos com a intenção de chocar seu público, pois ele pode vir a se decepcionar com o conteúdo
  • Tente provocar a curiosidade ou a emoção do seu telespectador: lembre-se que, junto à thumbnail, seu título é um dos grandes responsáveis por gerar o clique

3. Insira tags certeiras

As tags são uma das funções do YouTube que mais se relacionam com as técnicas de SEO. Dessa forma, elas funcionam como as palavras-chave auxiliares do seu vídeo. Em outras palavras, um complemento da sua keyword principal. 

Com elas, seu conteúdo passa a ter mais visualizações e, também, a ser recomendado a partir de outros vídeos de conteúdo similar. Mas, não se empolgue! O YouTube não reconhece tags em excesso. Portanto, escolha entre 7 e 10 tags, no máximo.

Uma boa dica para escolher tags é procurar vídeos de canais concorrentes que possuam a mesma palavra-chave principal que o seu conteúdo. A partir daí, você pode anotar umas três tags do vídeo e, então, utilizá-las na sua publicação! Mas como fazer isso? A gente ensina:

  1. Escolha um vídeo com bons números de visualizações e que tenha a mesma palavra-chave que o seu
  2. Clique com o botão direito na página do vídeo e vá na opção “Exibir código fonte da página”
  3. Aperte Ctrl + F e digite “keywords”
  4. Anote três tags para inserir na sua publicação

Fácil, né? Além disso, outra boa sugestão para escolher tags é criar uma tag única a ser utilizada em todas as suas publicações. No sentido prático, este macete faz com que o YouTube indique os seus próprios vídeos na sessão de “Vídeos relacionados”, que aparece no canto direito da página. Dessa forma, você tem mais chances do usuário seguir consumindo seus conteúdos após assistir ao seu vídeo.

4. Tenha atenção ao texto de descrição do vídeo

Nem sempre os criadores de conteúdo aproveitam o espaço da descrição como deveriam. Então, se você pensava em deixar essa parte em branco, ou apenas adicionar links para suas redes sociais, pode parando por aí!

Uma máxima de SEO é adicionar a palavra-chave do conteúdo no início da primeira frase do mesmo. Então, se a keyword esteve presente no título, ela também estará na descrição. 

Outro ponto para prestar atenção refere-se ao limite de caracteres da descrição. Apesar de permitir cerca de 5.000 caracteres, apenas 150 deles aparecem nos resultados da pesquisa. Ou seja: utilize esses caracteres iniciais de forma sábia, sendo objetivo com o conteúdo que seu vídeo traz.

E o resto da descrição, o que posso escrever? Nós dizemos para você:

  • Além de resumir o conteúdo do vídeo, traga uma pequena descrição do seu canal
  • Informe as suas redes sociais e sites com os devidos hiperlinks
  • Caso tenha mencionado alguma música, filme ou qualquer obra cultural, traga o seu nome da descrição
  • Informe a minutagem do seu conteúdo, ou seja, indique o que acontece no vídeo minuto a minuto
  • Não custa relembrar de pedir para que a pessoa se inscreva no canal

5. Peça por comentários, curtidas e inscrições

“Se você gostou desse vídeo não esqueça de curtir, comentar e se inscrever aqui no canal!”: você já deve ter ouvido essa frase alguma vez, né? Ela não é uma “modinha” de youtubers, não: tais ações solicitadas pelos criadores de conteúdo ajudam, e muito, a fazer com que seus vídeos se tornem mais conhecidos na plataforma. 

Nesse sentido, o YouTube valoriza os conteúdos que possuem bons dados de engajamento e de inscritos, pois entende que esses são vídeos relevantes, que agregam valor aos espectadores. Sendo assim, busque pedir por comentários, curtidas e inscrições ao longo dos vídeos.

Uma boa maneira de conseguir curtidas é trazer uma recompensa ao usuário. Por exemplo: se X vídeo conseguir um valor Y de curtidas, a sua continuação será publicada em breve. 

Para comentários, é interessante fazer perguntas ao longo do vídeo, pedindo para quem está vendo deixar sua resposta na sequência. E ah, ponto importante aqui: ninguém gosta de falar sozinho, né? Por isso, não deixe de responder as pessoas!

6. Invista em uma thumbnail atraente

Como já falamos aqui, a thumbnail (capa do vídeo) alinhada ao título é a dupla que mais chama atenção para seu conteúdo. Nesse sentido, muitas pessoas decidem o que vão assistir no YouTube apenas analisando esses dois fatores.

Portanto, é importante investir tempo imaginando qual será a capa ideal para prender a atenção da sua persona – nada de usar as opções automáticas de thumbnail do YouTube, ok? Aqui, a dica geral é fazer uma composição objetiva e estética, que transmita ao usuário a principal mensagem do vídeo e o tom do seu canal, também. Abaixo, separamos mais algumas dicas para você:

  • Escolha uma imagem bem produzida, de preferência em close-up
  • Utilize entre duas ou três palavras na thumbnail, tentando instigar a curiosidade do espectador
  • Insira o texto relevante na parte esquerda do vídeo, pois é onde as pessoas costumam iniciar a leitura
  • No mesmo sentido, deixe a parte direita para inserir alguma imagem ou elemento visual

7. Adicione legenda aos vídeos

É recomendável adicionar legenda aos vídeos por um simples fato: precisamos fornecer acessibilidade digital às pessoas que possuem alguma dificuldade de audição ou que são, de fato, surdas. Mas, falando em SEO, inserir legendas traz um benefício a mais.

Talvez você não saiba, mas ferramentas de busca não conseguem rastrear conteúdos visuais, como vídeos. Sendo assim, ao acrescentar legendas, você está permitindo que os robôs do YouTube leiam sobre o que o seu conteúdo está falando. Assim, ele pode impulsionar o seu vídeo!

O YouTube fornece uma ferramenta de transcrição automática, mas nem sempre ela capta todo o áudio com perfeição. Portanto, é importante fazer uma revisão e conferir se está tudo certo, certo?

8. Edite o nome do arquivo de vídeo

Ações fáceis e rápidas que fazem toda a diferença: gostamos. Então, trazemos uma para você: não se esqueça de renomear o arquivo do seu vídeo antes de publicá-lo – é claro, utilizando a palavra-chave aqui.

Talvez você salve os conteúdos com nomes aleatórios, como “Teste 1.mp4”, ou “VersãoFinal3.mp4”. Mas, na hora de subir esses conteúdos para o YouTube, é importante renomeá-los com a palavra-chave do vídeo. Essa é uma prática que, mais uma vez, auxilia o YouTube a dizer sobre o que o seu conteúdo está falando.

9. Insira links da sua marca

Certamente o seu canal no YouTube não é a sua única presença no online. Por isso, não esqueça de inserir links nas descrições dos vídeos: seja de outras mídias sociais, do seu site próprio, de outros vídeos do seu canal… Mostre ao YouTube que você é referência na sua temática!

10. Utilize o embed do seu vídeo

Após publicar seus conteúdos no YouTube, também é interessante usá-los no seu próprio blog. Por isso, utilize o embed do seu vídeo em blogposts – seja em novos ou em otimizações. Isso ajuda a trazer quebras no texto, garantindo um caráter mais multimídia a eles. Seu leitor com certeza irá gostar!

SEO Youtube - Embed vídeo

11. Compartilhe o seu conteúdo

Nas redes sociais, no e-mail marketing, no WhatsApp: não deixe de compartilhar o seu conteúdo por aí! Lembre-se da sincronização das quatro mídias: todas elas podem se ajudar, aumentando o potencial uma das outras.

12. Encontre a duração de tempo que encaixe com sua temática

A pergunta que não quer calar: qual é a duração ideal em um vídeo no YouTube?

Sentimos muito, mas não há uma resposta certa para essa questão. Isso porque a plataforma está interessada, acima de tudo, se o seu conteúdo é relevante para o seu público.

Ou seja, estude os interesses da sua audiência – ela prefere conteúdos sintéticos ou vídeos densos, cheios de informações?

Também se atente à coerência da sua temática: se você naturalmente aborda assuntos complexos, precisa de tempo para os explorar. Afinal, se realizar algo com um tempo muito curto, irá parecer superficial. Mas, caso essa não seja a sua realidade, vídeos com menos duração não irão atrapalhar.

13. Utilize o recurso de capítulos do YouTube

Especialmente para vídeos longos, o recurso capítulos do YouTube é muito útil. Nesse sentido, ele fornece um índice na própria linha de reprodução do vídeo. Ou seja, você consegue ler os assuntos que serão observados no conteúdo a partir do seu minuto exato. Bacana, né?

Essa é uma atividade que melhora, e muito, a experiência do seu usuário! Para saber como colocar em prática, é só conferir este tutorial aqui.

SEO Youtube - Capítulos

14. Monitore os canais da concorrência

Estar de olho no que a concorrência está fazendo é sempre uma boa pedida – seja para perceber pontos positivos a se inspirar, seja para perceber falhas e não as repetir. Portanto, estude quais palavras-chave elas estão utilizando, quais estão fazendo sucesso e quais podem ser utilizadas pela sua marca.

15. Crie playlists de vídeos

Criar playlists é outra ótima prática para melhorar a experiência do seu usuário. Isso porque ela permite agrupar vídeos de uma mesma série ou com conteúdos similares. 

Assim, mostra ao espectador aqueles conteúdos que provavelmente ele irá gostar, gerando uma sensação de continuidade. Portanto, especialmente se o seu canal tem bastante publicações, faça playlists para eles!

16. Estude o Analytics do YouTube

O YouTube possui uma ferramenta própria de análise – e ela é peça-chave para entender o comportamento do seu público e, assim, trabalhar para reter sua atenção.

Na opção de Estatísticas, dentro do YouTube Studio, você encontrará diversos dados para analisar, como alcance, tempo de exibição, desenvolvimento do público, entre outros. Portanto, crie uma frequência para olhar para esses números e entender o que eles dizem sobre seus espectadores. A partir daí, surgirão diversas ideias de como trazer vídeos atrativos!

SEO Youtube - Estatísticas

17. Faça lives periodicamente

As lives estouraram nas redes sociais, especialmente em tempos de pandemia de Covid-19. E elas são um ótimo recurso, pois as pessoas tendem a permanecer no vídeo ao vivo – inclusive, interagindo com outras pessoas pela caixa de chat.

Sendo assim, não deixe de conversar com a audiência. Ou seja, realize perguntas e responda-as durante a transmissão. No final de tudo, o vídeo permanecerá no seu canal para que outras pessoas o assistam.

18. Faça colaborações - as famosas collabs

A audiência do YouTube adora vídeos colaborativos, conhecidos como collabs. Com elas, os dois canais saem ganhando, pois novas pessoas conhecem o seu conteúdo.

Sendo assim, a grande sacada para propor collabs é escolher canais que tenham um conteúdo que conversam com sua temática, e não que competem diretamente. 

Ou seja, se você possui uma empresa de fertilização, não realize uma collab com outra empresa de fecundação humana. É mais interessante, por exemplo, convidar um canal de Nutrição e fornecer dicas de como mulheres grávidas podem se alimentar de forma saudável.

19. Mantenha uma frequência de publicação

Não decepcione àqueles que estão inscritos no seu canal, contribuindo com o seu crescimento. Por isso, mantenha uma frequência de publicação – no mínimo, semanal. De preferência, avise a sua audiência qual será o dia e horário que você publicará novos conteúdos.

20. Tenha cuidado com os direitos autorais

A última dica é fundamental para não ter problemas com vídeos retirados do YouTube: tenha cuidado com os direitos autorais de trechos de vídeos ou músicas que você insere nos seus conteúdos. Sendo assim, busque por bancos gratuitos de som, imagem e vídeos para evitar frustrações futuras.

Dicas para gravar vídeos para o seu canal no YouTube

A qualidade do seu conteúdo conversa diretamente com as técnicas que ensinamos acima – um complementa o outro. Por isso, é importante saber gravar bons vídeos, que sejam estéticos e possuam um roteiro organizado. Além disso, se possível, contrate um profissional para editar seu conteúdo. Afinal, uma edição profissional deixa o vídeo muito mais interessante.

Sobre o momento específico de gravar, engana-se quem pensa que não há como fazer vídeos de qualidade em casa. Com alguns pequenos investimentos, você garante uma boa imagem e som.

Se você não possui câmera profissional, tudo bem. Nesse caso, utilize a câmera traseira do seu celular, pois ela possui mais qualidade que a frontal. Além disso, compre um tripé para apoiar seu celular, já que ele garante estabilidade à imagem – ninguém quer ver um vídeo tremido, certo?

Também é importante considerar o fundo do vídeo. Se possível, construa um cenário em casa, com elementos que conversam com a temática do seu canal. Caso não, busque uma parede lisa, mesmo.

SEO Youtube - Gravação

A luz é outro ponto crucial para os vídeos. E, hoje em dia, as famosas ring lights se popularizam e contam com preços acessíveis. E, falando em preços acessíveis, invista, também, em um microfone – o áudio fica muito melhor do que se você for captar o som com o microfone do celular ou do fone de ouvido.

Assim, com poucas medidas, você garante uma tamanha qualidade para seu canal!

Quer se aprofundar na temática de SEO?

Então, baixe agora mesmo o nosso e-book!
Comentários
Share via
Copy link
Powered by Social Snap