SEO: O que é, quais seus tipos e benefícios

SEO é a sigla para Search Engine Optimization (em português – otimização para mecanismos de buscas), e é um conjunto de estratégias buscando um melhor posicionamento do site no buscador do Google.

Dessa forma, o SEO é uma das principais estratégias dentro do marketing digital, já que além do rankeamento, a otimização possui outras vantagens. Com uma boa posição nas buscas do Google, o site ganha reputação digital, passa a receber mais visitas, e assim, pode gerar mais leads e leads qualificados

Portanto, o SEO pode ser uma excelente ferramenta para qualquer empresa que queira crescer no ambiente digital. Além disso, é uma técnica que pode ser aplicada em qualquer empresa, de qualquer porte. 

Agora, vamos trazer todos os detalhes mais importantes sobre SEO. Confira:

O que é SEO?

Primeiramente, SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimization. Em português, o termo significa otimização para mecanismos de busca. Assim, como o nome indica, o grande objetivo do SEO é melhorar o posicionamento nos buscadores, gerando resultados orgânicos para o site.

Para isso, é necessário um conjunto de estratégias e técnicas, buscando formas de fazer o Google entender que a sua página merece mais espaço na plataforma. 

Com isso, se bem aplicado, o SEO pode melhorar o posicionamento do site nos mecanismos de busca e gerar leads para a webpage. Além disso, vai melhorar a reputação digital, fazer o site receber mais visitas, aumentar as conversões, entre outras vantagens importantes para o marketing digital. 

O grande segredo do SEO é provar para o Google que o seu site possui a melhor solução para o problema do usuário. Por conta disso, não é apenas o conteúdo que importa, mas também oferecer uma boa jornada, e assim, ganhar autoridade para o Google. 

Mas afinal de contas, como funciona a relação entre Google e SEO, como os dois operaram? Confira:

Google SEO: como funciona a relação?

Primeiramente, antes de qualquer estratégia de SEO é importante entender como funciona o rankeamento do Google e seus algoritmos. Dessa forma, a plataforma segue links de uma página a outra.

O Google é formado por rastreadores, um índice e algoritmos. O índice é atualizado todas as vezes que a plataforma rastreia uma página. Assim, a depender da estruturação da web page, como o tráfego, por exemplo, o Google vai passar mais, ou menos, pela página.

Além de todas as partes estruturais, do SEO técnico, o principal é mostrar para o Google que sua página resolve o problema pesquisado pelos usuários. Por conta disso, é importante ter boas estratégias de palavras-chave, e consequentemente, aparecer no topo das buscas.

Além disso, para fazer SEO e Google operarem basicamente como um único mecanismo, é importante planejar e construir um grande site. 

A abordagem holística de SEO significa, basicamente, construir um site incrível, com técnica e usabilidade.

Além das palavras-chave, é importante que o site tenha SEO técnico de qualidade, UX Design (User Experience Design), conteúdo de qualidade e a segurança do site.

Qual a função da área de SEO dentro de uma empresa?

O SEO pode trazer grandes benefícios a qualquer empresa. Se a empresa contrata uma consultoria, ou possui uma área específica de SEO, as funções são as mesmas.

A área de SEO de uma empresa vai fazer todo o diagnóstico do seu site, ou seja, como ele está performando, palavras-chave e como ele está rankeado no Google. 

A partir disso, esta área vai definir diversas estratégias buscando a otimização da webpage. Cada tática definida deve ser seguida por outras áreas da empresa, especialmente no momento da produção dos conteúdos que serão publicados.

Benefícios de investir em SEO

O SEO, se bem desenvolvido, pode trazer uma série de benefícios para o site de qualquer empresa, e esses benefícios podem ser diretos e indiretos. Ou seja, os resultados que estão diretamente ligados às estratégias de SEO, ou estas estratégias estão levando resultados positivos para outras áreas do planejamento de marketing digital.

Um dos principais benefícios do SEO é melhorar o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca. No entanto, essa melhora nos buscadores gera uma série de outras vantagens importantes para qualquer empresa. 

Portanto, confira alguns benefícios que o SEO pode trazer para sua plataforma:

  • Aumento do tráfego orgânico
  • Reputação digital
  • Aumento das conversões, o que gera um aumento de lead e lead qualificado
  • Aumento do ROI
  • Melhora a jornada do usuário

Quais são os tipos de SEO?

Apesar de parecer um conceito simples, ou pequeno, o SEO pode ser dividido em vários tipos, e cada um deles pode ser aplicado de formas diferentes, a depender do que sua empresa busca.

Dessa forma, os tipos de SEO são: SEO técnico, On Page, Off Page e Local.

SEO técnico

É a base de todas as outras estratégias de SEO. Dessa forma, para que os outros tenham um pleno funcionamento, é crucial desenvolver um bom SEO técnico.

Assim como todas as outras táticas, o objetivo principal do SEO técnico é aumentar o tráfego orgânico de um site. No entanto, o foco para chegar a essa meta não é o conteúdo, e sim toda a parte estrutural da web page.

Para isso, é necessário cuidar da URL, dos sitemaps, http, entre outras estruturas importantes. A meta é ter uma página rápida, de fácil acesso e indexável, visando tornar a jornada do usuário a melhor possível.

SEO on page

Esta é uma estratégia mais abrangente do SEO, com as otimizações sendo feitas dentro de uma determinada página. Além disso, essas táticas podem envolver o conteúdo, imagens, palavras-chave, subtítulos, meta-description, entre outras ações.

Dessa forma, o principal objetivo do SEO on page é ser reconhecido pelo Google como uma página que resolva o problema do usuário.

SEO off page

A meta do SEO off page é criar uma reputação digital para o site. Dessa forma, para atingir esse objetivo, é criada uma grande rede de links que pode ser feita através de backlinks, landing pages, links externos, entre outras ações. 

Além disso, enquanto o SEO on page são ações dentro do site, o off page fica fora da página. A meta é mostrar como outras páginas da web enxergam sua web page.

SEO local

Por fim, o SEO local vai levar em consideração a posição geográfica. Assim, o Google Maps, por exemplo, pode ser um recurso importante.

Além disso, o Google vai destacar sites que estão mais próximos do usuário, ou seja, que a solução para o problema seja resolvida em um local perto e priorizando sua persona.

Quais são os tipos de busca em SEO?

Todas as estratégias de SEO devem focar no público-alvo e na persona da marca. Assim, é importante fornecer o conteúdo certo para atrair as pessoas certas para o site.

Para isso, é importante direcionar o SEO para a psicologia de busca do Google. O objetivo é dar as respostas certas para os usuários da plataforma de acordo com o tipo de busca que essa pessoa faz.

Assim, conheça os tipos de busca do Google:

Busca navegacional

Neste tipo de busca, o usuário já sabe o site que deseja ir, no entanto, ele não conhece a URL, ou não lembra exatamente o nome da empresa. 

Essa busca também é conhecida como pesquisa de atalho. Assim, ao fazer a pesquisa nos mecanismos de busca, o Google vai mostrar nos primeiros resultados as informações direcionando para a marca desejada.

Busca informacional

Como o próprio nome indica, o mais importante nesse tipo de busca é a informação. Assim, é aqui que o SEO é muito importante, já que as empresas precisam ter um bom rankeamento no Google.

Geralmente, o que as pessoas buscam são notícias, artigos, releases, e outros tipos de informações. O usuário, neste caso, não sabe o que quer ainda, e não sabe para qual site será direcionado, por isso a importância do SEO.

Busca Transacional

Esse é um tipo de busca mais comum para empresas e e-commerces. Neste caso, o usuário quer fazer alguma ação, como compras, comprar um serviço, achar uma loja, um vendedor, entre outras coisas.

Assim, é importante ter um site estruturado, com um bom SEO técnico, páginas desenvolvidas e URLs amigáveis.

O Google, assim como na busca informativa, vai rankear as empresas próximas ao usuário, direcionando a pessoa para um site específico. 

Consultor SEO: o que faz?

Um consultor de SEO, diferente de um consultor de marketing, tem um trabalho mais específico, com o objetivo de melhorar o rankeamento do site nos mecanismos de busca. Assim, ele vai diagnosticar, analisar e aconselhar estratégias para uma empresa otimizar sua web page.

Dessa forma, um consultor de SEO vai cuidar dos conteúdos do site, blog e até mesmo das redes sociais da empresa, buscando chamar a atenção do Google.

No entanto, apesar de ser um trabalho mais específico, é importante que o consultor de SEO tenha conhecimento em outras áreas do marketing digital.

Além disso, dominar todos os tipos de SEO também é um diferencial importante, já que pode fazer uma empresa, em especial de pequeno porte, economizar uma boa verba nesta área.

4 técnicas de SEO para conhecer

Além dos tipos, o SEO pode ser dividido em algumas técnicas, que são aplicadas nas diferentes estratégias.

Cada técnica será utilizada para unir os conteúdos do site com os algoritmos dos mecanismos de busca. Dessa forma, se usadas da forma correta, a página será bem rankeada no Google.

Portanto, conheça algumas das técnicas mais importantes do SEO:

1. Palavras-chave

As palavras-chave são umas das técnicas mais importantes dentro do SEO. Assim, é importante antes de construir um plano de conteúdo, fazer uma pesquisa detalhada de palavras-chave, e quais termos estão rankeando e tem potencial de um bom rankeamento no Google.

Vale destacar que o próprio Google fornece uma ferramenta de planejamento de palavras-chave.

No entanto, além de ferramentas de monitoramento, é importante digitar as palavras-chave na plataforma e analisar como elas estão rendendo.

2. URL amigável e segura

Como foi mencionado, o Google faz vários rastreamentos dentro do site. Dessa forma, é importante que a URL da página seja amigável, ou seja, que consiga ser facilmente rastreada pelo Google. 

Os algoritmos do Google favorecem URLs amigáveis.

Assim, é crucial que na URL esteja onde o usuários está na web page e o que ele verá naquela página. Portanto, a URL não deve conter símbolos ou números, é importante ter apenas o tema do conteúdo.

3. Títulos estruturados

Apesar de técnicas variadas para tentar ser rastreado pelo Google, algumas coisas nunca mudam. Mas no caso do título, ele é importante tanto para os mecanismos de busca, quanto para o SEO.

Dessa forma, é recomendável que a palavra-chave daquela conteúdo esteja no título, de preferência no início. Além disso, o ideal é que o título tenha no máximo 60 caracteres.

Subtítulos também são bem vistos pelo Google, especialmente para facilitar a leitura do usuário. Por isso, invista em tags H1, H2, H3 e quantas foram necessárias.

4. Links

Os links também são parte importante do SEO. Uma de suas principais vantagens é reduzir a taxa de rejeição do site, aumentando a jornada do usuário e podendo gerar mais lead.

Esses links podem ser internos (que levam para outros conteúdos do seu site), ou externos (levando para conteúdos de outras páginas).

É importante fortalecer a palavra-chave no link, possibilitando que o usuário navegue por outros conteúdos. No entanto, é crucial que esses links sejam relevantes, que tenham relação com o conteúdo inicial e usar o texto de âncora.

Por fim, é necessário ter atenção com os links quebrados, ou seja, que leve o usuário a uma página que não existe, ou que contenha algum erro. Links quebrados são mal vistos pelo Google, diminuindo as chances de um bom rankeamento.

SEO YouTube: o que é, benefícios e como aplicar

O YouTube também pode ser uma ótima ferramenta para sua estratégia de SEO. Assim como no Google, a plataforma de vídeos também busca opções que melhorem a experiência do usuário, e principalmente, que resolva o problema dele.

O SEO no YouTube tem o mesmo objetivo do SEO nos mecanismos de busca, ou seja, melhorar o seu rankeamento. No entanto, embora o Google seja dona do YouTube, e as duas plataformas adotam a mesma inteligência artificial, as estratégias não podem ser as mesmas.

Para o YouTube, um dos fatores mais importantes é a palavra-chave, e colocar ela nos lugares corretos. Ou seja, se a sua palavra-chave está no título, tags e descrição, seu vídeo tende a ser melhor posicionado pela plataforma.

Investir no YouTube pode ser benéfico para sua marca. Confira algumas benefícios de investir nesta estratégia de SEO:

  • Interatividade com a persona e o público-alvo
  • Reputação digital
  • Vídeos monetizados
  • Explorar um novo mercado

Palavras de transição SEO: quais são as principais?

As palavras de transição são uma estratégia importante de conteúdo no SEO. Dessa forma, o objetivo é melhorar a legibilidade do usuário, melhorando assim, a experiência dele dentro do site.

Além disso, esta técnica ajuda no conforto visual do leitor, contribuindo para os mecanismos de busca na hora do rankeamento.

Outras vantagens importantes das palavras de transição é o aumento de tempo do usuário no site e a diminuição da taxa de rejeição.

Existem diversos tipos de palavras de transição importantes para o SEO, confira:

  • Introdução: Antes de mais nada, A princípio, De antemão, Acima de tudo, À primeira vista, Desde já, Primeiramente, Antes de tudo, entre outras.
  • Continuação: Além disso, Nesse sentido, Todavia, Ainda mais, Ou seja, entre outros.
  • Tempo: Agora, Depois disso, Enquanto isso, Anteriormente, Às vezes, Desde que, entre outros.
  • Comparação: Da mesma forma, Assim como, Tal qual, Bem como, Conforme entre outros.
  • Conclusão: Portanto, Logo, Assim, Enfim, Em conclusão, Dessa forma, entre outros.

Otimização SEO: o que é e para que serve?

Além da produção de conteúdos, uma estratégia importante no SEO é a otimização de conteúdos já postados. Dessa forma, um texto que não rendeu tão bem no Google, pode ficar melhor rankeado depois de desenvolver esta estratégia.

Para isso, o ideal é revisar todas as técnicas de SEO aplicadas naquele conteúdo, ou seja, palavras-chave, títulos, links, imagens, URL, e se o texto é de qualidade.

Assim, um conteúdo antigo pode render bem no Google, levando o usuário para conteúdos recentes e podendo gerar leads. 

Algumas plataformas dentro da ferramenta de postagem ajuda na otimização, como o Yoast, que fornece informações de otimizações e quais pontos devem ser melhorados.

Métricas de SEO: quais analisar?

As métricas são parte chave de qualquer planejamento estratégico de SEO. É nela que o consultor vai analisar se as táticas de SEO definidas estão trazendo resultados a empresa.

No entanto, há diversas métricas que podem ser analisadas, e as escolhidas devem ser as que fazem sentido para a estratégia aplicada.

Uma métrica importante não só para o SEO, mas para todo o planejamento de marketing digital é o ROI. Esta é a sigla para Retorno sobre Investimento, e vai indicar se o que está sendo gasto pela empresa, está, ou não, valendo a pena.

No caso do SEO, existem outras métricas muito importantes, que devem ser analisadas em qualquer estratégia e tática aplicada. Confira:

Conversões

Conversões é uma das métricas mais importantes para o SEO, já que conversão, em resumo, significa lead ou venda, ou os dois, a depender da empresa. Ou seja, um site com uma boa taxa de conversão, é uma página que está resolvendo a solução do usuário.

Uma ferramenta do Google que ajuda a rastrear as conversões é o Google Analytics. Com ele, é possível analisar os leads e o quanto que o site está gerando de vendas.

No entanto, é importante destacar que a conversão é uma métrica que pode enganar. Por conta disso, é importante analisá-la junto a outras métricas, e não apenas a conversão.

Tráfego

O tráfego também é uma métrica crucial ao acompanhar a sua estratégia de SEO. No entanto, é importante ter cuidado, pois o que realmente importa não é seu site está com um grande tráfego, e sim se as pessoas estão convertendo.

Por conta disso, o tráfego deve ser visto com uma métrica para analisar a qualidade do site, e principalmente, se este tráfego é resultado de buscas orgânicas.

Além disso, esta métrica pode ser vista de duas formas, que podem ser analisadas em conjunto, dependendo da estratégia.

Primeiramente, um tráfego que é gerado a partir do conhecimento do usuário na sua marca e nos serviços que ela oferece. Enquanto isso, há um outro tráfego que é gerado a partir de palavras-chave de alguma coisa que a sua empresa oferece.

Este segundo tráfego é o mais importante, já que indica que o conteúdo da sua webpage é de qualidade, e consequentemente, está sendo bem rankeado no Google.

Taxa de rejeição

Uma métrica importante para analisar não só os conteúdos do site, mas também a estrutura dele. A taxa de rejeição está relacionada com o tempo que o usuário fica no seu site.

Ou seja, se uma pessoa deixa o site depois de ficar pouco tempo nele, ou de ver apenas um conteúdo, a taxa de rejeição será alta.

Entretanto, é bom lembrar que o objetivo principal é gerar lead e/ou vendas. Por conta disso, se a taxa de rejeição estiver alta, mas o site está bem em conversões, não há motivo para tantas preocupações.

No entanto, é importante analisar porque as pessoas não estão ficando por mais tempo na plataforma.

Links totais

Os links são uma métrica importante para o SEO, já que os backlinks do site influenciam diretamente no rankeamento do Google.

Assim, é importante analisar os links internos, externos, número de links, e outros fatores que podem influenciar no posicionamento dos mecanismos de busca.

No entanto, é importante analisar a métrica dos links junto com o posicionamento do site no Google, já que apenas olhar apenas para dados dos links, pode tirar a métrica de contexto.

5 ferramentas de SEO para investir

Apesar do planejamento e definição das estratégias serem partes cruciais do SEO, existem algumas ferramentas que podem ajudar. Estas ferramentas ajudarão não apenas no diagnóstico, como nas estratégias, operações e nas métricas.

Portanto, confira 5 ferramentas essenciais para o SEO:

Google Analytics

O Google Analytics é uma das ferramentas mais conhecidas e importantes, não só para SEO, mas para qualquer estratégia de marketing digital.

A plataforma vai fornecer uma série de dados detalhados sobre tudo o que acontece no seu site. As principais funções do Analytics são: coleta de dados de acesso, comportamento do site e no site e a navegação por meio de códigos de rastreamento.

AhRefs

O AhRefs é uma das ferramentas mais importantes no SEO. Uma de suas maiores vantagens é ser uma plataforma intuitiva e acessível, e especialmente, de fácil compreensão e análise dos dados apresentados.

Assim, o AhRefs oferece pesquisas detalhadas de palavras-chave, o rankeamento destas palavras e da sua página.

Além disso, na ferramenta é possível analisar todos os backlinks, observar o comportamento da concorrência e acessar dados sobre termos e palavras-chave que resultam em buscas orgânicas.

Google Search Console

O Google Search Console é uma ferramenta que pode ser usada junto com o Analytics. Assim, em estratégias de SEO, uma plataforma complementa a outra na análise de dados e estruturas do seu site.

Diferente do Analytics, o Google Search Console é mais focado na parte interna do seu site, como otimizações e palavras-chave utilizadas.

Além disso, a ferramenta oferece análises sobre as impressões, conversões, saúde do site, indexação, cliques, entre outros pontos importantes.

Keyword Planner

Mais uma ferramenta do Google para ajudar nas estratégias de SEO. O Keyword Planner é focado em pesquisas de palavras-chave.

No entanto, diferente do AhRefs, o Planner desempenha melhor quando as palavras-chave são focadas nas mídias pagas.

Por fim, outra função da ferramenta é a geração e planejamento de palavras-chave. Ou seja, o Keyword Planner vai selecionar os melhores termos para ser usado pelo seu site em um determinado conteúdo.

WooRank

Uma das ferramentas mais práticas quando o assunto é SEO. O WooRank é extremamente intuitivo, fornecendo análises detalhadas de SEO de qualquer site.

Além disso, a plataforma, que é gratuita, dá informações sobre a origem dos visitantes na webpage, e assim, permite pensar em táticas para atrair aquele tipo de público, daquela determinada origem.

Por fim, o WooRank fornece dados sobre redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, entre outras.

Consultoria SEO: quando é o momento de contratar?

Uma consultoria de SEO pode ser um elemento crucial para sua empresa dentro do ambiente online. Essa empresa, que pode ser uma equipe dentro de uma agência de marketing digital, vai fazer um diagnóstico detalhado da sua empresa.

A partir disso, será feita uma análise e um plano de ação com as estratégias e táticas com o objetivo de otimizar o site dentro dos buscadores do Google e outras plataformas.

Um dos grandes benefícios de uma consultoria de SEO é identificar os erros cometidos e as razões para a webpage não rankear bem nos mecanismos de busca.

Além disso, melhorar as técnicas de SEO do site, pode gerar resultados indiretos a empresa, como o aumento de vendas e leads qualificados, por exemplo.

Existem diversos momentos em que é aconselhável contratar uma consultoria de SEO. No entanto, quando a meta é aumentar o tráfego orgânico do site, criar uma reputação digital e  melhorar a jornada da persona, são os momentos mais indicados para uma consultoria atuar.

Quer se aprofundar na temática de SEO?

Então, baixe agora mesmo o nosso e-book!
Comentários
Share via
Copy link
Powered by Social Snap