Newsletter: o que é, suas principais ferramentas e como ela funciona

Uma newsletter é uma das formas mais conhecidas de se construir um bom relacionamento com a base de clientes de uma marca, independente do porte.

Dessa forma, a newsletter é apenas um dos formatos de e-mail marketing e, normalmente, um dos primeiros passos ao começar a trabalhar com esse canal.

Além disso, a newsletter pode ter uma série de formatos, oferecendo conteúdos, produtos, serviços, entre outros.

Portanto, confira todos os detalhes de uma newsletter, como ela funciona e como fazer.

Newsletter: o que é?

Newsletter é um tipo de e-mail marketing disparado com periodicidade para uma base de clientes e/ou assinantes. Este conteúdo pode ser para criar, alimentar ou fortalecer uma relação com a persona e potenciais clientes.

Além disso, o conteúdo da newsletter pode ser variado, envolvendo artigos, e-books, blog posts, novidades da empresa, entre outros. A meta é manter um relacionamento leve.

Uma das grandes vantagens da newsletter é que ela pode relacionar com leads de todas as etapas do funil de vendas, dependendo do conteúdo oferecido. 

Portanto, a newsletter pode ser parte importante de um plano de marketing, especialmente pela forma de se relacionar com a base de clientes.

Como funciona newsletter?

Primeiramente, uma newsletter funciona através de disparos de e-mails com uma certa periodicidade. Assim, antes de mais nada, é importante definir o objetivo da news e para qual base de clientes ela será direcionada.

Para que a newsletter funcione em sua plenitude, é necessário utilizar uma ferramenta para que o processo seja automatizado.

A ferramenta vai fazer os disparos do e-mail para toda a base selecionada e sem correr os riscos de irregularidades no processo, que podem fazer a news ir para spam, por exemplo.

Além disso, o conteúdo que será enviado também é crucial. Ele precisa ser relevante para o lead, fazendo com que ele tenha o interesse de manter o relacionamento com a marca. 

Por fim, definida a ferramenta, conteúdo e periodicidade, é o momento de começar os disparos de e-mail e acompanhar os resultados.

Por que criar uma newsletter?

Um dos principais motivos para criar uma newsletter é que ela é uma estratégia de marketing mais simples, prática e barata.

Além disso, como já mencionado, é uma das melhores maneiras de manter um relacionamento, não só com uma base sólida, mas também com novos clientes. 

Com a news, este contato é mais íntimo e direto com pessoas que já reconhecem a marca, diferente das redes sociais. Dessa forma, abre a possibilidade de ser mais assertivo e oferecer as melhores soluções para os possíveis clientes. 

Por fim, a partir de conteúdos, produtos ou serviços, é possível ter acesso a métricas que podem indicar o que é de interesse da persona da marca.

Frequência de envio de newsletter: qual a melhor?

Não há uma resposta certa para a frequência ideal de envio. A resposta vai depender de alguns fatores como: planejamento, metas, base de clientes, comportamento dos clientes, conteúdos, entre outros.

Antes de definir a frequência, é importante fazer um estudo detalhado dos consumidores da marca. Dessa forma, entendido seu comportamento, desejos, dúvidas e problemas, é possível pensar em uma frequência de envio de newsletter.

Apesar disso, o ideal é conseguir enviar news pelo menos uma vez por mês, evitando que a empresa não seja esquecida pelo lead.

O mais importante é que, definida a frequência de disparos, esta periodicidade deve ser constante. A meta é aproximar cada vez mais dos clientes, fazendo com que eles se acostumem com a marca, sua mensagem e construa um relacionamento mais longo.

Por fim, confira algumas dicas importantes antes de definir a frequência de envio de uma newsletter:

  • Analise a persona da marca;
  • Faça um planejamento para sua newsletter;
  • Monte um cronograma de disparos;
  • Realize testes com sua base de clientes;
  • Estude as newsletters dos concorrentes;
  • Defina os conteúdos que serão enviados.

Como fazer uma newsletter passo a passo

Primeiramente, é importante desenvolver um formulário antes mesmo de desenvolver uma newsletter. Este forms pode ser na página do blog, do site, através das redes sociais, ou da forma que a empresa preferir.

O objetivo do formulário é fazer com que o cliente entre para a base de contatos da marca e comece a receber a newsletter.

Feito isso, há alguns processos para fazer uma newsletter, confira:

Defina suas metas

É claro que as metas da newsletter estarão alinhadas com o plano de marketing digital geral da marca. No entanto, é importante definir alguns objetivos específicos para a news e os impactos deles.

Além disso, as metas são fundamentais no momento de mensurar os resultados obtidos, definindo se o plano segue da forma como está, ou se são necessárias alterações. 

As metas podem ser: gerar leads, estabelecer um relacionamento com novos clientes, nutrir leads, promover novos produtos ou serviços, entre outros.

Escolha a base de clientes

Este é um ponto importante para que uma newsletter funcione, a base de clientes. Esta definição vai depender das metas e dos conteúdos que estarão na news.

Além disso, o tamanho da base também deve ser analisada. Se for muito grande, dependendo da meta, é aconselhável segmentar um pouco.

Defina as ferramentas e o layout

As ferramentas de e-mail marketing vão realizar os disparos da newsletter. Dessa forma, uma dica importante: nunca envie uma newsletter pelo g-mail ou provedores comuns.

Uma das principais razões é que pelo formato, layout, entre outros detalhes, muitas vezes este e-mail vai para spam. Por conta disso, há ferramentas específicas para disparar newsletter.

Já dentro da ferramenta escolhida, antes de mais nada, é o momento de escolher o layout da news, ou seja, a imagem visual.

É importante lembrar que deve ser algo simples, que o cliente reconheça, sem muito exageros.

Selecione os conteúdos

Os conteúdos são o coração da sua newsletter. Por conta disso, é crucial fazer uma curadoria antes de selecionar o que entrará na news.

É importante que os conteúdos sejam relevantes para o público e, especialmente, que não seja totalmente para uma auto-promoção da marca.

Feita a curadoria, cada conteúdo deve ter um call to action diferente, com um link que levará os visitantes ao assunto que foi selecionado.

Dependendo das metas e base de clientes, a curadoria pode ser de: blog posts da empresa, cases, eventos, lançamentos de produtos, entre outros.

Mensure os resultados

Depois dos testes feitos e do início dos disparos da newsletter, é importante mensurar todos os resultados obtidos, para entender se a estratégia está funcionando. 

A partir disso, podem ser definidas estratégias de otimizações, ou novas táticas de conteúdo para os clientes.

Algumas métricas são: taxa de abertura, taxa de cliques, entregas e cadastros.

5 dicas de conteúdo para newsletter

Obviamente, os tipos de conteúdos que vão entrar na newsletter vai depender das estratégias, das metas definidas e do mercado de atuação da empresa.

No entanto, há alguns conteúdos que agregam valor a qualquer news. Confira:

  • Resumo de Blog Posts: Estes resumos podem conduzir uma parte da base de clientes para conteúdos postados que sejam de interesse, gerando acessos e possíveis vendas para a marca;
  • Conteúdos interativos: Este tipo de conteúdo requer a participação do usuário, fazendo com que ele se divirta e se sinta parte da marca. Estes conteúdos podem ser quiz, gifs, vídeos, infográficos, entre outros;
  • Enquetes: As enquetes são uma ótima forma de manter um bom relacionamento com os leads e ter algumas métricas para a news;
  • Storytelling: Tipos de histórias oferecidas aos clientes com certa frequência, fazendo o público interagir com elas, com o cenário e opinando sobre possíveis soluções e continuações;
  • Divulgação de produtos ou serviços: É importante manter os clientes atualizados sobre as principais novidades da marca. Isso ajuda o cliente a criar um relacionamento mais pessoal com a empresa, especialmente com promoções exclusivas.

O que conferir antes de enviar a newsletter?

Como qualquer coisa que será publicada, é sempre crucial conferir se não há algum erro. Na newsletter não é diferente.

Primeiramente, a ortografia. O texto não pode conter nenhum erro, seja ele de concordância, pontuação, escrita, entre outros.

Além disso, é importante conferir se o conteúdo está de acordo com o que a persona e a base de clientes da marca, pois isso vai influenciar diretamente no resultados da news.

Confira outros detalhes para analisar antes de enviar uma newsletter:

  • Cheque as imagens;
  • Olhe se os links dos CTAs estão corretos; 
  • Escaneabilidade (tornar a compreensão do conteúdo a mais simples, dinâmico e rápido possível);
  • CTAs;
  • Layout;
  • Base dos clientes.

5 ferramentas para enviar newsletter

Existem diversas ferramentas disponíveis para os disparos de e-mail marketing. Cada uma aplicando uma estratégia de marketing.

No caso da newsletter, selecionamos algumas das melhores. Confira:

HubSpot

O HubSpot é uma das ferramentas mais conhecidas. Além de ser gratuita, ela é extremamente intuitiva, podendo criar diversas estratégias e recursos para o disparo de e-mails.

No Hub, é possível criar news profissionais para nutrir leads e engajar o público da marca. Além disso, o seu layout não precisa ser necessariamente feito por um designer profissional.

Mailchimp

Uma das ferramentas mais conhecidas do mercado, a Mailchimp oferece recursos totalmente gratuitos, mas também conta com planos pagos.

Com ela, é possível criar listas de disparos personalizadas, segmentando a base de clientes, além de disponibilizar uma análise detalhada para mensuração de resultados.

Além disso, a ferramenta possui uma série de templates com recursos para arrastar e soltar. Portanto, a Mailchimp é o recurso ideal para equipes pequenas e que não estão familiarizadas com newsletter.

RD Station

O RD é uma das plataformas mais completas do mercado quando o assunto é automação de marketing, especialmente para gerar e nutrir leads.

Portanto, dentro de estratégias de inbound marketing, é uma ferramenta que pode ajudar a atingir as metas desenhadas para uma newsletter.

Além de disparar e-mails, ela oferece uma série de possibilidades para análises e mensuração de resultados.

Mailify

A Mailify possui um grande destaque por sua diversidade nas suas funcionalidades e por ser uma ferramenta intuitiva. Recentemente, ela tem se destacado pelo uso da inteligência artificial.

Com ela, é possível segmentar os contatos da newsletter e analisar o comportamento de cada cliente, possibilitando estratégias para novas vendas.

ZoHo

Além de disparos de e-mail marketing, a ZoHo também é conhecida pela ferramenta de CRM, que pode ser alinhada com outras áreas da empresa.

Assim, ao pensar em possíveis estratégias de otimizações ou em novos processos, os times de marketing e vendas podem trabalhar em conjunto.

Newsletter exemplos

Praticamente todas as grandes marcas do mundo utilizam as ferramentas da newsletter. Aqui na Otimifica, por exemplo, nós temos uma news.

Confira alguns exemplos de conteúdos e chamadas que podem entrar: 


  • Chamadas para conteúdos:
Newsletter - Chamadas para conteúdo
  • Materiais ricos:
Newsletter - Materiais ricos
  • Conteúdos explicativos:
Newsletter - Conteúdos explicativos

Como acompanhar os resultados da newsletter?

Existem diversas métricas importantes para acompanhar os resultados de uma newsletter. Dentro das próprias ferramentas de disparos, já há dados para a mensuração.

Confira as principais métricas:

  • Taxa de acessos: Uma das métricas mais importantes, esta taxa vai mostrar o número de e-mails que foram abertos em relação aos que foram enviados;
  • Taxa de cliques: Esta taxa é importante para mostrar se os títulos e as chamadas da news estão não só chamando a atenção do público, mas também interagindo com o conteúdo;
  • Conteúdos mais acessados: Analisar o que foi mais acessado vai indicar que tipo de conteúdo está atraindo os clientes e gerando mais cliques. Assim, é possível traçar novas estratégias para as próximas newsletter;
  • Conversão: A taxa de conversão vai mostrar o quão eficiente a news está sendo. Dessa forma, quanto mais contatos, preenchimento de formulários ou visitantes no site, por exemplo, maior e melhor será a taxa de conversão.

Quer conhecer a nossa newsletter própria e receber mais conteúdos como esse?

Preencha o formulário abaixo e inscreva-se!

Comentários
Share via
Copy link
Powered by Social Snap