Landing page: o que é, benefícios + passo a passo para criar a sua

A landing page, também conhecida como LP, é uma ferramenta básica para quem deseja aumentar o seu número de leads e, por consequência, vendas. 

Sucinta no seu conteúdo, a landing page precisa ser muito bem estruturada. Afinal, se não for atraente o suficiente, não conquistará o seu objetivo principal: a conversão do visitante em lead. 

Quer saber todos os benefícios das LP’s e como criar uma landing page de sucesso? Então, siga com a leitura:

O que é landing page?

Uma landing page é uma página de internet que possui o objetivo de converter visitantes em leads. Com a tradução livre para “página de aterrissagem”, as LP’s aparecem como requisitos para que pessoas possam ter acesso a materiais ricos. Sabe aquele link que você entra para baixar um e-book em que é necessário preencher, no mínimo, o seu nome e e-mail? Então, landing page.

A estrutura básica de uma LP é formada por CTA (call to action) e formulário. E quando falamos em básica é porque justamente é esse o formato que a landing page precisa ter – ou seja, sem informações a mais por aqui!

Como a sua função é gerar conversões, a landing page se concentra em convencer a pessoa visitante a deixar seus dados em troca do download em questão. Portanto, quanto menos informações, maior a possibilidade de fazer o usuário entrar no funil de vendas da marca.

Por isso é tão importante caprichar no poder de atração da LP – mas fique tranquile, vamos dar os caminhos certos para você ao longo deste texto!

Quais são os objetivos de uma landing page?

Basicamente a landing page tem o propósito de gerar conversão, transformando visitantes em leads. Isso no mínimo – porque a intenção a longo prazo é de fomentar leads qualificados e, finalmente, clientes.

Todavia, existem objetivos específicos em algumas landing pages. O geral, como já mencionado, é conquistar o contato de novas pessoas para a base de leads. Todavia, as LP’s tambem ajudam a entender os interesses do público – especialmente se não é a primeira vez que o lead está fazendo o download de algum material.

As landing pages também possuem especificidades para o e-commerce. Elas podem ser utilizadas para dar destaque a alguma oferta, cupom promocional ou lançamento de produtos. Além disso, auxiliam no momento de checkout de uma compra, fornecendo mais informações para que a pessoa compradora possa se sentir segura antes de efetuar o pagamento.

Quais são os benefícios da landing page?

Engana-se quem minimiza os benefícios das landing pages para a transformação de visitantes em leads. De maneiras menos explícitas, as LP’s também podem ser úteis para estratégias de Marketing Digital. Veja só:

  • Conhecimento da persona: as LP’s mostram qual é o tipo de conteúdo que as engaja, o que é extremamente benéfico para estratégias de SEO. Na prática, conferir os download em landing pages fomenta ideias para criação de outros materiais ricos ou, então, blogposts, por exemplo. 
  • Lead scoring: esse é o processo responsável por pontuar os leads da base que estão mais próximos de efetuar compras. Seu funcionamento é bem simples: quanto mais fundo no funil de vendas, mais pontos o lead recebe. Na prática, o lead que converte em um material fundo de funil está na frente do lead que converteu em um material de topo. Logo, a equipe de Vendas pode se organizar para aproveitar as melhores oportunidades;
  • Segmentação de leads: de acordo com o tipo de LP e informações solicitadas no formulário é possível segmentar os leads segundo seu estágio no funil e assuntos de interesse. Essa separação aparece em forma de listas nas ferramentas de automação. A partir delas é possível impactar os grupos com o tipo de conteúdo assertivo para eles;
  • Redução do CAC: o custo de aquisição de clientes cai com o uso de landing pages pois elas fornecem caminhos rápidos para conseguir os tão preciosos dados de contato de futuros clientes. Com menos tempo de prospeção, inclusive, sobra mais para pensar em estratégias de como conquistar esses e mais leads.

Quais são os tipos de landing page?

A landing page é uma página de aterrissagem, certo? Portanto, podemos pensar que essa aterrissagem pode vir de diversos destinos! Contamos para você quais são eles:

  • Página de captura: a landing page tradicional, com foco em conseguir os dados básicos de uma pessoa visitante, como nome e e-mail. Aparece especialmente em downloads de materiais ricos como planilhas, e-books e infográficos;
  • Página de obrigada: também conhecida como thank you page (TP), essa LP finaliza a conversão. Além de ser uma maneira simpática de encerrar a interação, também pode servir para sugerir à pessoa que converteu a seguir em contato com a marca. Uma boa pedida aqui é sugerir um blogpost para leitura;
  • Página de confirmação pendente: essa LP aparece ao assinar algum serviço na internet ou, então, ao fazer o cadastro em alguma loja. É aquele famoso aviso para você acessar o seu e-mail e, então, completar algum processo em específico;
  • Página de vendas: foco total em fechar uma compra por aqui! Neste tipo de landing page é bem-vindo listar os benefícios de determinado serviço ou produto. Assim, há mais subsídios para que a pessoa efetue a venda.

Quais são os elementos de uma landing page?

Uma landing page precisa ser atrativa o suficiente para convencer a pessoa a deixar seus dados de contato. Para chegar nesse objetivo um conjunto seleto de elementos aparece como instrumento – saiba mais sobre cada um deles na sequência.

Título e subtítulo

As coisas fluem rápido na internet – por isso, os títulos e subtítulos são sempre um ponto crucial para qualquer tipo de estratégia, e isso também vale pras landing pages.

Sendo assim, essa dupla precisa ser trabalhada com muita estratégia. Ao mesmo passo que o título precisa ser atraente e sucinto, ele também precisa estar de acordo com o conteúdo oferecido. 

Portanto, sem enrolação: resolva a dor da sua persona de cara, mas de forma com que ela fique instigada para saber mais. E nada de criar títulos que tenham muito pouco ou nada a ver com o conteúdo oferecido pelo material, ok? Sem enganações em prol de downloads!

Imagem

Prezamos pela estética, isso é inegável – e é por isso que a imagem é outro importante fator de atração na landing page. A ideia aqui é que ela ajude a construir o sentido da LP e a solução ofertada por ela.

Uma dica fundamental para uma imagem de qualidade: fuja de fotos de banco de imagem – elas costumam ser muito frias e genéricas. Por isso, invista em desenvolver imagens próprias, com uma edição que as torne especiais.

Oferta

É na parte da oferta que você mostra para seu potencial cliente o porquê que ele deve investir no download do seu material. Para fazer isso, trazemos algumas dicas:

  • Enumere os benefícios da sua oferta com uso de frases curtas e objetivas
  • Insira vídeos curtos explicando as vantagens do seu material ou produto
  • A partir do uso de cores destaque informações relevantes, como o CTA
  • Utilize bullet points para deixar o texto mais objetivo
  • Insira depoimentos positivos de pessoas que já baixaram o seu conteúdo ou fizeram a compra do seu produto ou serviço

CTA

CTA, Call to Action ou Chamada para Ação é aquele botãozinho em que o visitante clica e, então, transforma-se em lead. Mas é claro: não é porque uma pessoa acessou a sua LP que ela irá clicar no CTA, certo?

Por isso, algumas dicas auxiliam a deixar essa chamada mais atraente:

  • Use frases no imperativo, como “baixe agora”, “receba o material”, “inscreva-se aqui” etc
  • Trabalhe o botão de CTA a fim de destacá-lo. Aqui, pode-se usar cores contrastantes ou até mesmo animações – desde que sem exageros
  • Seja conciso, usando de duas até quatro palavras no máximo

Formulário

O formulário é responsável por coletar as informações que realmente se deseja dos leads. Percebe a importância dele para uma LP? Afinal, de nada vai adiantar um formulário que traz informações irrelevantes ou, pior ainda, que não busca por aquilo que de fato é necessário.

Uma regra de ouro aqui é: enxugue seu formulário ao máximo. Isso porque quanto mais perguntas, mais o visitante pode se cansar e, talvez, abandonar a página. 

O essencial é solicitar pelo nome da pessoa e seu e-mail. Todavia, se a LP em questão possui um estágio de funil mais avançado, algumas perguntas podem ser acrescentadas para auxiliar na qualificação do lead. Mas não esqueça: menos é mais!

Prova social

Quem não gosta de uma indicação, né? Essa é uma maneira muito eficiente de passar segurança na hora de escolher por algum produto ou serviço.

Nas landing pages, tais recomendações podem aparecer na forma de provas sociais, que são depoimentos de pessoas ou marcas que aprovaram o material em questão.

Espaços de respiro

O excesso de informações atrapalha no consumo de qualquer conteúdo, e isso também é válido para as LP’s. Por isso a necessidade de espaços de respiro, ou white space. Assim, evita-se textos blocados ou, então, agrupamento de recursos visuais que podem cansar o olhar.

Como criar uma landing page?

Ok – você já sabe quais são todos os elementos de uma LP. Agora, vamos às dicas para organizar essa criação:

1 - Conteúdo

Se você já tem a palavra-chave que norteia a sua LP, bem como seus objetivos estratégicos, chegou na hora de produzir o conteúdo. Ele é dividido em algumas partes:

  • Título: atraente e sucinto, mostrando de uma vez qual é o benefício do seu material;
  • Subtítulo: função complementar ao título, com informações extras para convencer a pessoa leitora a converter;
  • Texto da LP: com frases curtas e diretas, descreva os benefícios do seu material. O objetivo aqui é eliminar qualquer dúvida do visitante, além de mostrar a solução para a sua dor;
  • Imagens: escolha algo que complemente o sentido da LP. Além disso, mantenha-se longe de fotos de banco de imagens, que costumam ser muito genéricas.

2 - Design

A aparência da sua LP também auxilia no momento da conversão. Ela precisa ser esteticamente agradável, além de usar os melhores recursos para dar ênfase às informações que precisam de destaque.

Veja algumas dicas abaixo:

  • Escolha do template: as ferramentas de automação já possuem modelos prontos de template. Portanto, escolha o que mais se adequa aos objetivos da LP e personalize o que for necessário;
  • Formulário: insira os campos de formulário lembrando de fazer o menor número de perguntas possível, em paralelo de fazer sentido com o estágio do funil da LP;
  • Imagens e recursos visuais: busque deixar o CTA em destaque frente às demais informações. Além disso, tente usar imagens que complementam o sentido da LP. Não esqueça de usar as cores e tipografias da marca para dar unidade de sentido à landing page.

3 - Configuração

Conteúdo e design escolhidos? Chegou hora de dar vida à landing page! Confira os principais cuidados na hora de configurar:

  • URL: deve ser curta, com o mínimo de palavras possível. Lembre-se de que o primeiro termo da URL deve ser a palavra-chave da landing page;
  • Lead scoring: atribua um valor para a LP segundo o seu posicionamento no funil de vendas;
  • Página de obrigada: crie uma thank you page agradável, sendo simpática com a pessoa que fez o download do seu material e oferecendo-a mais conteúdos de interesse.

Onde divulgar a landing page?

Bom, se você teve todo o cuidado para criar uma landing page efetiva, que seja capaz de transformar visitantes em leads, esse trabalho precisa ser mostrado ao mundo! Então, nada melhor do que investir em estratégias de divulgação para espalhar a palavra da sua LP por aí.

Antes de escolher quais meios você irá divulgar, não se esqueça da sua persona: onde ela está? Quais são os melhores locais para impactá-la? Feita essa reflexão, confira nossas dicas:

  • Redes sociais: escolha a(s) rede(s) social(is) que mais conversam com seu público. Algo mais jovial, como Instagram, ou mais empresarial, como LinkedIn? De qualquer forma, divulgue seus links, sempre com chamadas instigantes e imagens que valorizem sua LP;
  • Blog: suas landing pages podem aparecer nas páginas de navegação do blog e, também, nas páginas específicas de blogposts. Inclusive uma ótima pedida aqui é criar banners para dar mais destaque às LP’s. Sempre que possível insira-os ao final do texto, como uma forma de CTA do seu conteúdo; 
  • E-mail marketing: utilize os grupos da sua ferramenta de automação para escolher a quais pessoas enviar LP’s específicas – é alguma oferta nova, um novo material rico…? Não esqueça de inserir as LP’s na sua newsletter, também;
  • Mídia paga: postagens patrocinados também funcionam para divulgar landing pages! Seja qual for o local escolhido para impulsionar seu conteúdo, não esqueça de fazer uma segmentação precisa do público, ok?
  • Co-marketing: você pode se unir a outra marca de interesse para criarem um conteúdo juntos. Assim, a landing page pode ser usada por ambos e, portanto, os visitantes que se tornam lead para um também se tornam para o outro.

Quais são os indicadores para acompanhar a landing page?

Acompanhar resultados é essencial para gerar novas ideias e remodelar estratégias que podem não estar indo para o caminho desejado. Para as landing pages alguns indicadores fazem mais sentido – confira os principais abaixo:

  • Taxa de conversão: ora, o princípio básico da uma landing page: conversão! Para tanto, divida o número de leads pelo número de visitantes. Após, multiplique por 100 e pronto, você terá a sua taxa!
  • Taxa de cliques: também conhecido como CTR, esse indicador diz quantas visualizações do conteúdo se tornaram cliques. Em outras palavras: de um grupo de pessoas que viu o link para a sua LP, quantas delas clicaram no mesmo para ver do que se tratava?
  • Custo por lead: fazer uma landing page é algo relativamente barato, mas não significa que não tenha custos. Por isso, para saber o custo por lead basta dividir o valor da campanha de criação da LP pela quantidade de leads convertidos;
  • Taxa de rejeição: famosa pelo termo bounce rate, esse indicador fala sobre visitantes que entram numa página e a abandonam na sequência, sem interagir com ela. Ferramentas como o Google Analytics já fazem esse cálculo automaticamente.

Ao longo do texto você conferiu a importância do funil de vendas para a construção das landing pages.

Então baixe gratuitamente o nosso infográfico sobre Funil de Marketing Digital e KPIs!
Comentários
Share via
Copy link
Powered by Social Snap