Estratégia de SEO: você já conhece o Search Listening?

Quem busca por uma estratégia de SEO sabe que há diversos conteúdos disponíveis na internet sobre o assunto – seja em posts de blog, como este, ou em cursos, vídeos no YouTube e afins. Portanto, para aqueles que já estão familiarizados com este universo, não é surpresa o fato de que novas técnicas surjam dia após dia.

E, falando em estratégia de SEO, queremos apresentar uma novidade para você: o Search Listening. Esse é um método popularizado pela ferramenta AnswerThePublic e, com este texto, você vai saber tudo sobre a técnica, desde os seus objetivos até como colocá-la em prática. Além do mais, vamos contar a você como o Search Listening se difere de Social Listening.

Curtiu o conteúdo? Então, boa leitura! 

O que é SEO?

Antes de falar sobre a estratégia de Search Listening, é preciso conceituar o terreno onde ela se funda: o SEO, ou seja, Search Engine Optimization. Traduzido para “otimização para ferramentas de busca”, o SEO pode ser definido como um conjunto de técnicas utilizada na internet para tornar as páginas melhores percebidas pelos sites de pesquisa, como Google, Bing e Yahoo. Dessa maneira, a prática auxilia os sites a aparecerem nas pesquisas – e quanto mais próximo da primeira posição, melhor.

Sendo assim, quem estuda SEO quer saber como fazer com que os conteúdos publicados no seu site figurem na primeira página do Google de maneira orgânica – em outras palavras, de forma gratuita. E é fácil explicar o porquê desse desejo existir: ao fazer uma pesquisa em alguma ferramenta de buscas, você costuma clicar em quais links, os de cima ou os de baixo da lista? Além disso, você percorre as demais páginas de resultados para além da primeira?

Vale destacar que o SEO proporciona diversos benefícios para as empresas. O mais nítido já foi citado aqui: aparecer nas primeiras posições de pesquisa de ferramentas de buscas. Todavia, outras vantagens decorrem dessa. Por exemplo, quanto mais pessoas acessam seu site, mais fácil será delas conhecerem o seu produto ou serviço. Além de construir o seu patrimônio digital, isso ajuda na popularização da sua marca e, consequentemente, em um maior número de vendas. Ainda, o SEO é gratuito, e gera mais cliques do que outras ferramentas, como o anúncio pago. Em resumo: investir nessa área é só vantagem!

O que é estratégia de SEO?

Bom, sabemos que o SEO é uma ótima maneira de fazer com que marcas cresçam, ganhem mais credibilidade no mercado e aumentem o número de vendas nas empresas. Porém, tudo que é bom precisa de planejamento, não é mesmo? E aqui não seria diferente. Nesse sentido, é importante destacar que uma estratégia de SEO é recheada de múltiplas etapas, que envolvem muita pesquisa e profissionais capacitados para tal. Mas, certamente, todo o esforço vale a pena, pois o SEO traz resultados efetivos para os negócios.

Dessa forma, uma estratégia de SEO é pautada em diversos aspectos: na qualidade do conteúdo criado, na tecnologia do site em qual o texto será publicado, nos estudos das boas práticas das ferramentas de buscas, em uma boa experiência do usuário… Todos esses segmentos, inclusive, fazem que o SEO seja trabalhado com base na multidisciplinaridade. Sendo assim, profissionais do Marketing, Jornalismo e Tecnologia da Informação, entre outros, são muito bem-vindos para este belo trabalho.

É fundamental que uma estratégia de SEO leve em consideração a persona da marca e os seus interesses. A partir dessa análise, é possível refletir sobre que tipo de conteúdo tal pessoa fictícia gostaria de consumir na internet – e é aqui que chegamos nas palavras-chaves, ou keywords. Após a escolha delas, é importante escrever conteúdos de qualidade, que mantenham em mente as dores que a persona deseja sanar. E, obviamente, seguindo algumas regras técnicas da área de SEO, como dividir textos em tópicos e subtópicos, acrescentar hiperlinks internos e externos, obedecer a uma frequência de postagens regular etc.

Na sequência, a gente fala pra você sobre o Search Listening, uma das estratégias iniciais para fazer um bom SEO.

O que é a estratégia de SEO Search Listening?

A estratégia de SEO Search Listening é uma forma de entender verdadeiramente o que as pessoas querem. O termo ainda não possui uma tradução no Brasil mas, em uma versão literal, seria algo como “escuta das pesquisas orgânicas” ou, então, “escuta das buscas orgânicas do público”. Isso porque as marcas utilizam o Search Listening para avaliar o que as pessoas estão perguntando para ferramentas de busca e, então, ter ideias do que poder fazer para atrair suas personas.

Em outras palavras: o Search Listening é uma ótima maneira para profissionais de Marketing serem mais empáticos e assertivos com suas audiências. E um dos pontos de destaque desta estratégia de SEO é descrito pela diretora da ferramenta AnswerThePublic, Stella Bayles: “Se vivemos a nossa melhor vida no Instagram ou no Snapchat, nós vivemos a vida real no Google”. Essa frase é baseada na ideia de que as pessoas não possuem medo ou vergonha de realizar suas pesquisas na internet. Dessa forma, pode-se dizer que tais buscadores sabem mais sobre nós do que nossos próprios familiares e amigos. Impressionante, né?

Por essa razão, o Search Listening pode, inclusive, ser mais efetivo que outras estratégias comuns no Marketing Digital, como os famosos grupos focais. Isso porque as pessoas que participam de tais grupos ainda podem mentir ou omitir informações nas dinâmicas – ao contrário do que possivelmente fazem no Google.

Qual a diferença entre Search e Paid Search?

Aqui, precisamos ressaltar um fato super importante sobre o Search Listening. Ele se refere ao Search, e não ao Paid Search. A gente explica: Search refere-se apenas à pesquisa orgânica, enquanto Paid Search trata-se da pesquisa paga. 

Ou seja, temos mais uma grande vantagem do Search Listening: ele é gratuito! Afinal, não estamos interessados em anúncios e em quem clica nos mesmos. Para esta estratégia, o que realmente é relevante são as motivações e anseios reais das pessoas.

Como funciona o Search Listening?

O Search Listening funciona com base nas pesquisas em ferramentas de busca. Dessa maneira, ele contabiliza os dados que deixamos na web toda vez em que realizamos uma consulta. No final, fica o registro de quais frases ou palavras-chaves mais são pesquisadas, levando em conta fatores como local de pesquisa e o dia em que ela foi feita. E, na verdade, você já tem uma ideia de como essa estratégia funciona, só não sabe ainda – pelo menos, até agora. A gente te explica.

Um jeito bem simples de entender o funcionamento do Search Listening é simular uma pesquisa no Google e deixar com que a plataforma autocomplete a sua dúvida. O passo a passo é o seguinte:

  1. Entre no Google utilizando uma guia anônima
  2. Digite qualquer termo ou frase na barra de pesquisa
  3. Ao invés de clicar em “Enter”, observe as sugestões de busca que o Google separou para você
Estratégia de SEO - Pesquisa Google

Aqui, vale destacar a importância em realizar a busca na aba anônima, sem estar logado a qualquer conta. Se feita na aba comum do seu navegador, por exemplo, a pesquisa será enviesada pelos algoritmos do seu próprio computador. Em outras palavras, a aba anônima permite uma busca mais “limpa”. Outro ponto importante a se lembrar é que quanto mais para cima o resultado for sugerido, mais pesquisas ele recebeu ao longo do tempo.

E se você quer aprofundar seus conhecimentos no funcionamento do Search Listening, recomendamos este webinar em inglês feito pela equipe da AnswerThePublic.

3 ferramentas de Search Listening para você ouvir sua persona

Bom, agora que você já sabe como funciona o Search Listening, chegou a hora de descobrir quais ferramentas estão disponíveis para fazer uso desta estratégia de SEO. A primeira é a AnswerThePublic, que cunhou este termo. Ela possui uma versão gratuita, limitada a cinco pesquisas por dia. Ao fazer uma busca, ela informa a você diversas variações relacionadas ao termo, respondendo a perguntas clássicas como o quê, como, onde, porque, quem, quando, entre outros.

Outra ferramenta, dessa vez inteiramente gratuita, é o Google Trends. Ele permite fazer a pesquisa de uma ou mais palavras, realizando comparações entre elas. Além disso, o Google Trends mostra quais assuntos estão populares, e em quais locais as buscas sobre o termo são mais frequentes.

Por último, indicamos a ferramenta Ubersuggest, que conta com uma versão gratuita de teste. Ela é a mais simples das três, e possui um design amigável e super fácil de ser compreendido. Ao realizar a pesquisa de palavras-chaves, o Ubersuggest informa sobre o volume de buscas das palavras, além de indicar sugestões de outros termos relacionados àquele pesquisado de início.

Qual é a importância do Search Listening?

A importância do Search Listening é fácil de ser percebida: segundo o Internet Live Stats, há cerca de 3,5 bilhões de pesquisas realizadas no Google por dia. Ou seja, essa é uma riquíssima fonte de pesquisa para profissionais do Marketing e Comunicação que desejam entender mais os seus clientes. 

E não custa relembrar: tudo isso é feito com base em fontes que retratam as reais vontades e preocupações das pessoas. Afinal, elas não irão falar para as marcas o que realmente desejam – mas ao Google, sim.

Com as ideias advindas do Search Listening, fica mais fácil realizar estudos de persona e elaborar suas jornadas de compra, por exemplo. E o ponto principal é este: trazer questões do interesse das pessoas que, talvez, as equipes de Marketing nem sonhariam existir.

Qual a diferença entre Search Listening e Social Listening?

Search Listening e Social Listening são termos bastante similares e que, no fim, possui um desejo muito próximo: entender o público para oferecer melhores projetos e, então, aproximar as marcas de seus consumidores. Contudo, o jeito que isso acontece é bastante distinto. 

Vamos às traduções: “search” significa “pesquisa”, enquanto “social” refere-se às redes sociais. Então, a lógica é simples: se Search Listening volta seus olhares para as pesquisas em ferramentas de busca, o Social Listening está interessado em saber o que as pessoas estão fazendo no Instagram, Twitter, Facebook e por aí vai.

Aqui, é importante pensar no comportamento das pessoas ao fazerem uso dessas duas vertentes. Nas redes sociais, construímos uma imagem daquilo que queremos que os outros pensem de nós. Inclusive, tal imagem varia segundo a rede: no Instagram, algo mais glamuroso; no Twitter, uma personalidade engraçada; já no LinkedIn, uma pessoa totalmente profissional. 

E, por mais que as marcas possam observar e interagir com as pessoas em todos esses segmentos, fica difícil saber quando elas estarão sendo elas mesmas. Isso porque, por vezes, somos mais firmes, interessados em criar debates e defender nossa opinião. Em outros momentos, preferimos ficar calados e não expressar nossas ideias frente a determinados tópicos.

Na outra ponta, temos uma ferramenta totalmente impessoal, sem rosto e com uma aparência incógnita: o Google. A sua garantia de anonimato traz mais conforto para ser quem se é e dizer o que de fato se deseja. Sendo assim, é uma forma mais honesta de se entender quais são as dores e desejos por trás das telas de computadores e celulares.

Por exemplo, é frequente que pessoas utilizem o Google para realizar pesquisas acerca de sintomas para possíveis doenças. Mas isso significa que elas postem no seu Facebook sobre o que elas estão sentindo ultimamente? Ou, então, que compartilhem no Instagram sobre seus sintomas, buscando a validação dos seus seguidores para fornecer algum tipo de “diagnóstico”? Agora, eleve este exemplo para pesquisas de sintomas que possam ser “vergonhosos”… fica bem mais difícil pensar na possibilidade de partilha em redes sociais, né?

Por último, é possível afirmar que, atualmente, as empresas estão muito mais preocupadas com o Social Listening em si, deixando o Search Listening de lado – e isso é uma péssima estratégia! Nesse sentido, vale destacar que ambos métodos são fontes ricas de informação e, se aliados, potencializam o crescimento na criação de patrimônio digital.

SEO: Como escrever um texto para se posicionar bem no Google!

Quer mais dicas para desenvolver conteúdos de qualidade para seu blog? Então baixe agora mesmo o nosso e-book!
Comentários
Share via
Copy link
Powered by Social Snap